Armas Secretas - II Guerra Mundial

 
Última edição

Armas Secretas - II Guerra Mundial

Edição 01

Alguns anos atrás, numa grande feira dos fabricantes e importadores de brinquedos no Brasil, estava à venda um “kit de espionagem” para crianças com alguns “brinquedos” bem impressionantes: óculos com visão infravermelha (permite enxergar no escuro), relógio com visor e câmera embutidos e um cabo de fibra ótica com lente para filmar escondido em esquinas, um mini-helicóptero a controle remoto com câmera e capaz de filmar por meia hora (podendo transferir a gravação para qualquer computador caseiro). Agora, pense: se isto é o que as crianças de hoje têm para brincar, o que os espiões e soldados de verdade devem estar usando? O quanto armas ainda secretas estão desenvolvidas ou ainda em desenvolvimento para se permitir que os equipamentos e tecnologias de 15 anos atrás, de uso exclusivo do exército norte-americano, se tornassem brinquedos inofensivos atualmente? Estes novos armamentos ainda em teste nós só veremos daqui muitos anos, pois são considerados secretos – como um dia os brinquedos de nossas crianças também já foram. Essa é a essência de uma arma secreta: uma tecnologia, equipamento ou Aarmamento desenvolvido em segredo para, dependendo de sua função, despistar, detectar, localizar, observar, seguir e, enfim, destruir um alvo inimigo com a maior precisão possível. A pesquisa, desenvolvimento e teste de tais armamentos precisam ser feitos em segredo, pois tais armamentos darão, mesmo que por pouco tempo, uma vantagem estratégica sobre os países considerados rivais ou inimigos. Quando uma arma secreta se torna conhecida – em geral por ser usada em alguma guerra –, acontece um efeito imediato: outras nações começam a desenvolver – em segredo, é claro – uma contra-arma para neutralizá-la ou, pelo menos, se equiparar a ela e se começa novamente o desenvolver de novas armas secretas. É uma corrida sem fim em busca da supremacia tecnológica e militar definitiva, algo que nunca será alcançado. Pois para cada nova arma, será sempre criada uma contra-arma.


Nas categorias: GUERRAS